Fidelidade à vocação e a paixão aos estudos de São Tomás de Aquino

Grande figura da teologia católica, padroeiro das escolas católicas, Doutor da Igreja e presbítero dominicano. Neste artigo, celebramos a vida e os ensinamentos deste grande santo católico: São Tomás de Aquino.

por Teresa Breda   publicado às 13:55 de 26/01/2021, modificado às 10:37 de 02/03/2021

Grande figura da teologia católica, padroeiro das escolas católicas, Doutor da Igreja e presbítero dominicano. Estas são algumas das nomeações que São Tomás de Aquino conquistou por sua sedenta e incessante busca de explicar ao mundo a filosofia e a teologia dos Mistérios de Deus. “Dá-me, Senhor, agudeza para entender, capacidade para reter, método e faculdade para aprender, sutileza para interpretar, graça e abundância para falar. Dê-me, Senhor, acerto ao começar, direção ao progredir e perfeição ao concluir”, dizia. Neste artigo, celebramos a vida e os ensinamentos deste grande santo católico.

DA PRISÃO À LIBERDADE

Sua primeira batalha foi contra a própria família que não aceitava sua inclinação à vida dominicana. Nascido em 1225 no Castelo de Roccasecca, sul do Lácio, da família dos Condes Aquino, com certo parentesco com o imperador Federico II, Tomás tinha uma natureza tímida e gentil. Por isso, o desejo de seu pai, Landolfo, era que se tornasse abade do Mosteiro de Montecassino. Entretanto, rejeitou as ordens ambiciosas do pai e identificou que sua real vocação estava junto aos frades Dominicanos.  

Nada satisfeitos com sua escolha, seus dois irmãos o prenderam em uma cela proverbial, como uma tentativa de fazê-lo desistir da ideia. Em um dado momento, enviaram uma prostituta para sua cela, o irritando profundamente, a ponto de abandonar  sua disposição pacífica por instantes para afugentá-la com uma brasa ardente. A história conta que apenas conseguiu escapar  com a ajuda de suas duas irmãs, pela janela da prisão. 

A PAIXÃO PELOS ESTUDOS E A SENSIBILIDADE À VOZ DE DEUS

Livre, dedicou-se aos estudos sobre aristotelismo sendo discípulo do Santo Alberto Magno em Colônia e lecionou em uma universidade de Paris. Após intensificar seus estudos, escreveu o hino “Pange Lingua”, cantado na solenidade de Corpus Christi, e deu início a sua grande obra para explicar a existência de Deus: “Summa theologiae”. Esta é dividida em cinco partes e apresenta a filosofia como serva da teologia, assim como a necessidade de se confiar na razão e nos sentidos. 

A paixão pelos estudos se estendeu por toda sua vida. Em 06 de dezembro de 1273 proclamou ao coirmão Reginaldo que não podia mais escrever pois “tudo o que escrevi é como palha para mim, em comparação ao que me foi revelado", e parou. Biógrafos afirmam que o fato se deu após um diálogo místico com Jesus. 

Também chamado de “Doutor Angélico”, deixou para a igreja uma síntese do pensamento católico e faleceu em 1274, com apenas 49 anos. 

EXEMPLOS DE SANTIDADE

A história e os textos deixados por São Tomás de Aquino nos convidam a compreender os Mistérios de Deus e a seguir nossa vocação, mediante aos desafios. Por isso, convidamos você a conhecer obras de santos publicadas pela Cidade Nova como fonte de inspiração para uma vida cristã cada vez mais santa.

Alguns dos nossos best-sellers são João da Cruz: a justiça é o amor; Ao lado de João Paulo II; Francisco de Assis; Edith Stein; dentre outros. 

 
Tags:

Focolares, santos, sao tomás de aquino, Doutor da Igreja, São Tomás de Aquino